Direção-Geral do Território
Atividades GEO - planos de ação
O GEO define planos de ação, com implementação a 10 anos. Nestes planos são estabelecidas as principais atividades a desenvolver para garantir que no âmbito da observação da terra, a informação produzida seja de elevada qualidade e oportuna; as observações sejam realizadas de forma continuada; e que acima de tudo estas informações e observações estejam disponíveis no momento da tomada de decisão.

Exemplos concretos de atuação do GEO poderão ser consultados aqui. Neste documento, partindo de uma questão-chave, são enunciadas soluções relevantes e iniciativas globais que já estão em fase de implementação.

1.º Plano de Ação (2005-2015)

Do plenário I GEO, em 2005, surge o plano de ação com objetivos para os 10 anos seguintes. O maior destaque foi para a criação e implementação de uma Rede Mundial de Sistemas de Observação da Terra (GEOSS - Global Earth Observation System of Systems) que pretende a conexão entre sistemas de observação que existem no mundo de forma a dotar os decisores de ferramentas de apoio à decisão.

GEOSS - Plano de Implementação (16 fevereiro 2005)
GEOSS - Documento de Referência (fevereiro 2005)
Página de Implementação GEOSS
GEO 2012-2015 - Plano de trabalho (atualização anual)

Programa transitório

No intermédio dos planos de ação, o GEO diligenciou um programa transitório onde desenvolveu a sua visão.

GEO - Programa de Trabalho Transitório

2.º Plano de Ação (2016-2025)

O 2.º plano de ação do GEO (2016-2025) foi formalmente aprovado na IV Cimeira Ministerial, que se realizou em 13 de novembro de 2015 na Cidade do México.

Este plano de ação apresenta como grande compromisso a realização de diversas parecias, que serão de várias tipologias e terão várias escalas de atuação. As parcerias envolvem: Agências das Nações Unidas; organizações não-governamentais (ONG); bancos internacionais; empresas entre outros. A ideia-chave será a cooperação efetiva no sentido do desenvolvimento sustentável, potenciando e demonstrando o valor da importância da Observação da Terra na tomada de decisão.

Foram ainda lançadas quatro novas iniciativas, a saber:
  • Global Marine Biodiversity Observation - rede global de observação da biodiversidade marinha com o propósito de quantificar a distribuição de espécies e habitats;
  • AmeriGEOSS - programa regional que visa a partilha de dados de observação da Terra para aplicações no domínio da agricultura, da redução do risco de catástrofes, da água e da monitorização de ecossistemas e da biodiversidade;
  • Renovação do GEONETCast - uma iniciativa da China, Europa e dos Estados Unidos da América para fornecer dados de Observação da Terra cruciais ao desenvolvimento dos países;
  • Integração das Observações da Terra nos planos nacionais para alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).
Visão GEO (2016-2025)
GEO - Programa de Trabalho Transitório
GEO - Plano Estratégico (2016-2025)
GEO - Declaração Ministerial da Cidade do México (13 de novembro de 2015)
Última atualização: quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Latitude 38.726186
Longitude -9.158281
Direção-Geral do Território
Rua Artilharia 1, 107 ¤ 1099-052 Lisboa, Portugal
Telefone (+351) 21 381 96 00   |   Fax (+351) 21 381 96 99   |   www.dgterritorio.pt

 © 2017 DGT - Todos os Direitos Reservados