V Jornadas Ibéricas de Infraestruturas de Dados Espaciais
Lisboa | 5 - 7 novembro 2014

Apresentação

As Infraestruturas de Dados Espaciais (IDE), que ao longo dos últimos anos proliferaram e se tornaram incontornáveis para todos os envolvidos na disponibilização de informação geográfica, possuem atualmente uma dinâmica enquadrada pela Diretiva INSPIRE, que estabelece a Infraestrutura de Informação Geográfica na União Europeia e veio lançar novos desafios para todos, mas sobretudo para os organismos públicos com competências na produção e divulgação de conjuntos e serviços de dados geográficos, topográficos ou temáticos.

Passados sete anos sobre a entrada em vigor da Diretiva INSPIRE no decorrer dos quais foram sendo concretizadas as etapas previstas, de que importa realçar a definição das especificações técnicas essenciais para a ambicionada interoperabilidade da infraestrutura Europeia de dados espaciais, numerosas atividades, iniciativas e projetos têm vindo a decorrer nos Estados Membros no sentido de viabilizar a aplicação dos requisitos da Diretiva.

A harmonização de dados geográficos e a sua disponibilização em serviços, bem como o desenvolvimento de projetos que explorem aplicações-piloto em domínios como os do ambiente, planeamento e ordenamento do território são alguns dos tópicos da atualidade no domínio das infraestruturas de dados espaciais. O impacte destes desenvolvimentos na governação e na implementação das políticas ambientais e a sua ligação com as políticas económicas e sociais é um dos benefícios da criação da Infraestrutura Europeia.

As oportunidades de financiamento trazidas, entre outros, pelos programas Europeus como o Horizonte 2020 são determinantes para a concretização dos objetivos pretendidos.

Portugal foi um país pioneiro no desenvolvimento das IDE. O Sistema Nacional de Informação Geográfica (SNIG) já tem mais de vinte anos, e Espanha é hoje internacionalmente reconhecida pela dinâmica dos seus projetos neste domínio, muitos deles de base regional.

As Jornadas Ibéricas de Infraestruturas de Dados Espaciais (JIIDE), cuja primeira edição decorreu em Portugal no ano 2010, são um palco de oportunidade para aprofundar um diálogo profícuo entre organizações e técnicos da Península Ibérica, fomentando a convergência das respetivas IDE e potenciando as suas sinergias. As V Jornadas Ibéricas de Infraestruturas de Dados Espaciais contribuíram para evidenciar os desenvolvimentos ocorridos na Península Ibérica, em especial os que resultam de esforços de cooperação, partilha de experiências e exploração de sinergias entre os dois países.

O programa destas V Jornadas desenvolveu-se ao longo de três dias, de 5 a 7 de novembro de 2014, e contou com a realização de workshops e apresentações. As sessões técnicas foram constituídas por apresentações propostas, tendo sido dada preferência aos seguintes tópicos:

  1. INFRAESTRUTURAS DE DADOS ESPACIAIS (IDE):
    1. Implementação e manutenção; administração nacional, regional e local
    2. Infraestruturas fora do espaço ibérico
    3. Interoperabilidade
    4. Aspetos legais
    5. Soluções tecnológicas e inovações
    6. Participação Pública

  2. DIRETIVA INSPIRE:
    1. Implementação
    2. Harmonização de dados e serviços
    3. Monitorização
    4. Custos e Benefícios - Modelos de negócio
    5. Casos de estudo
    6. Divulgação

  3. APLICAÇÕES PRÁTICAS E PROJETOS ASSOCIADOS A IDE:
    1. Aquisição e manutenção de Informação Geográfica
    2. Cadastro predial
    3. Ordenamento do território
    4. Riscos
    5. Educação e formação

  4. IDE/INSPIRE: Agenda 2020/ fundos e dinamização de mercados
Logotipos Logotipos Logotipos Logotipos             Logotipos Logotipos Logotipos
© 2014 DGTerritório - Todos os direitos reservados | Avisos legais